Campus Party

Campus Party #10

Em telecomunicações, o 5G é o padrão de tecnologia de quinta geração para redes móveis e de banda larga, que as empresas de telefonia celular começaram a implantar em todo o mundo no final do ano de 2018, e é o sucessor planejado das redes 4G que fornecem conectividade para a maioria dos dispositivos atuais.

Antenas estão concentradas nas regiões central e Sul, mas cobrem apenas 25% da área urbana.

Segundo a Anatel, as 1.378 antenas de transmissão que devem entrar em funcionamento a partir desta quinta representam o triplo do mínimo necessário para a agência permitir a ativação na faixa de 3,5 GHz, a principal do 5G.

Mas o número é bem inferior às 4.592 estações de outras áreas (4G, 3G) que existem na capital paulista.

Campus Party #9

Em telecomunicações, o 5G é o padrão de tecnologia de quinta geração para redes móveis e de banda larga, que as empresas de telefonia celular começaram a implantar em todo o mundo no final do ano de 2018, e é o sucessor planejado das redes 4G que fornecem conectividade para a maioria dos dispositivos atuais.

Antenas estão concentradas nas regiões central e Sul, mas cobrem apenas 25% da área urbana.

Segundo a Anatel, as 1.378 antenas de transmissão que devem entrar em funcionamento a partir desta quinta representam o triplo do mínimo necessário para a agência permitir a ativação na faixa de 3,5 GHz, a principal do 5G.

Mas o número é bem inferior às 4.592 estações de outras áreas (4G, 3G) que existem na capital paulista.

Campus Party #8

Em telecomunicações, o 5G é o padrão de tecnologia de quinta geração para redes móveis e de banda larga, que as empresas de telefonia celular começaram a implantar em todo o mundo no final do ano de 2018, e é o sucessor planejado das redes 4G que fornecem conectividade para a maioria dos dispositivos atuais.

Antenas estão concentradas nas regiões central e Sul, mas cobrem apenas 25% da área urbana.

Segundo a Anatel, as 1.378 antenas de transmissão que devem entrar em funcionamento a partir desta quinta representam o triplo do mínimo necessário para a agência permitir a ativação na faixa de 3,5 GHz, a principal do 5G.

Mas o número é bem inferior às 4.592 estações de outras áreas (4G, 3G) que existem na capital paulista.

Campus Party #7

Em telecomunicações, o 5G é o padrão de tecnologia de quinta geração para redes móveis e de banda larga, que as empresas de telefonia celular começaram a implantar em todo o mundo no final do ano de 2018, e é o sucessor planejado das redes 4G que fornecem conectividade para a maioria dos dispositivos atuais.

Antenas estão concentradas nas regiões central e Sul, mas cobrem apenas 25% da área urbana.

Segundo a Anatel, as 1.378 antenas de transmissão que devem entrar em funcionamento a partir desta quinta representam o triplo do mínimo necessário para a agência permitir a ativação na faixa de 3,5 GHz, a principal do 5G.

Mas o número é bem inferior às 4.592 estações de outras áreas (4G, 3G) que existem na capital paulista.

Campus Party #6

Em telecomunicações, o 5G é o padrão de tecnologia de quinta geração para redes móveis e de banda larga, que as empresas de telefonia celular começaram a implantar em todo o mundo no final do ano de 2018, e é o sucessor planejado das redes 4G que fornecem conectividade para a maioria dos dispositivos atuais.

Antenas estão concentradas nas regiões central e Sul, mas cobrem apenas 25% da área urbana.

Segundo a Anatel, as 1.378 antenas de transmissão que devem entrar em funcionamento a partir desta quinta representam o triplo do mínimo necessário para a agência permitir a ativação na faixa de 3,5 GHz, a principal do 5G.

Mas o número é bem inferior às 4.592 estações de outras áreas (4G, 3G) que existem na capital paulista.

Campus Party #5

Em telecomunicações, o 5G é o padrão de tecnologia de quinta geração para redes móveis e de banda larga, que as empresas de telefonia celular começaram a implantar em todo o mundo no final do ano de 2018, e é o sucessor planejado das redes 4G que fornecem conectividade para a maioria dos dispositivos atuais.

Antenas estão concentradas nas regiões central e Sul, mas cobrem apenas 25% da área urbana.

Segundo a Anatel, as 1.378 antenas de transmissão que devem entrar em funcionamento a partir desta quinta representam o triplo do mínimo necessário para a agência permitir a ativação na faixa de 3,5 GHz, a principal do 5G.

Mas o número é bem inferior às 4.592 estações de outras áreas (4G, 3G) que existem na capital paulista.

Campus Party #4

Em telecomunicações, o 5G é o padrão de tecnologia de quinta geração para redes móveis e de banda larga, que as empresas de telefonia celular começaram a implantar em todo o mundo no final do ano de 2018, e é o sucessor planejado das redes 4G que fornecem conectividade para a maioria dos dispositivos atuais.

Antenas estão concentradas nas regiões central e Sul, mas cobrem apenas 25% da área urbana.

Segundo a Anatel, as 1.378 antenas de transmissão que devem entrar em funcionamento a partir desta quinta representam o triplo do mínimo necessário para a agência permitir a ativação na faixa de 3,5 GHz, a principal do 5G.

Mas o número é bem inferior às 4.592 estações de outras áreas (4G, 3G) que existem na capital paulista.

Campus Party #3

Em telecomunicações, o 5G é o padrão de tecnologia de quinta geração para redes móveis e de banda larga, que as empresas de telefonia celular começaram a implantar em todo o mundo no final do ano de 2018, e é o sucessor planejado das redes 4G que fornecem conectividade para a maioria dos dispositivos atuais.

Antenas estão concentradas nas regiões central e Sul, mas cobrem apenas 25% da área urbana.

Segundo a Anatel, as 1.378 antenas de transmissão que devem entrar em funcionamento a partir desta quinta representam o triplo do mínimo necessário para a agência permitir a ativação na faixa de 3,5 GHz, a principal do 5G.

Mas o número é bem inferior às 4.592 estações de outras áreas (4G, 3G) que existem na capital paulista.

Campus Party #2

Em telecomunicações, o 5G é o padrão de tecnologia de quinta geração para redes móveis e de banda larga, que as empresas de telefonia celular começaram a implantar em todo o mundo no final do ano de 2018, e é o sucessor planejado das redes 4G que fornecem conectividade para a maioria dos dispositivos atuais.

Antenas estão concentradas nas regiões central e Sul, mas cobrem apenas 25% da área urbana.

Segundo a Anatel, as 1.378 antenas de transmissão que devem entrar em funcionamento a partir desta quinta representam o triplo do mínimo necessário para a agência permitir a ativação na faixa de 3,5 GHz, a principal do 5G.

Mas o número é bem inferior às 4.592 estações de outras áreas (4G, 3G) que existem na capital paulista.

Campus Party #1

2008

Realizado entre 11 e 17 de fevereiro no prédio da Bienal de São Paulo, a #CPBR1 registrou 3,3 mil inscritos, vindos de 18 países, 5,5 mil pessoas credenciadas, 2,8 mil computadores na arena e 1,8 mil pessoas acampando.

A área com maior número de participantes inscritos foi a de software livre, com 23%, seguida por games (16%), desenvolvimento (15,5%), música (11%), criatividade (9%), robótica (7%), blogs (6,5%), modding (5%), simulação (4%) e astronomia (3%).

Neste ano o evento contou com uma conexão divulgada de 5 Gbps e palestras de Jonh Maddog Hall, presidente e diretor executivo da Linux International, MariMoon, personalidade da internet, Marcos Pontes, astronauta e tenente-coronel da Força Aérea Brasileira, Steven Johnson, escritor norte-americano, e Heather Camp, Community Manager do Flickr em inglês.